PROPAGANDA

Índia. Filha encontra mãe nas redes sociais 16 anos após desaparecimento


 Foi há mais de 16 anos que a mãe de Yasmin Sheikh saiu da Índia para trabalhar, e nunca mais voltou. Agora, graças às redes sociais, a mulher foi capaz de encontrar a progenitora, que tem hoje 70 anos, de acordo com o que esta contou à agência de notícias ANI.

"Soube da minha mãe 16 anos depois a partir de uma rede social paquistanesa que tinha partilhado um vídeo", explicou Yasmin à agência.

"Ela ia trabalhar para o Qatar por dois a quatro anos, mas, desta vez, ia com a ajuda de uma agente e nunca mais voltou. Tentámos procurá-la, mas todos os esforços foram em vão porque não podíamos fazer nenhuma queixa porque não tínhamos provas", contou à agência de notícias.

Um utilizador colocou mãe e filha em contacto, e as duas já conseguiram falar uma com outra.

A filha contou ainda que quando se reuniam com a tal agente que tinha arranjado este trabalho para Hamida Banu, a responsável lhes dizia que esta não queria falar com os familiares. "Assegurava-nos que ela estava bem, no entanto, no vídeo ela diz que a agente lhe disse para não falar com ninguém", notou.

"Foi apenas depois de termos visto as imagens que percebemos que ela estava a viver no Paquistão. Não sabemos se esteve no Dubai ou noutro sítio", referiu.

De acordo com a irmã de Hamida Banu, a agente terá fugido entretanto, e que apenas reconheceu a irmã porque ela falou no nome do marido, no seu - assim como de outros irmãos - e no local onde vivia na Índia.

Yasmin Sheikh e a tia pediram agora ao governo indiano para as ajudar a trazer a familiar de volta para Mumbai, na Índia.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu